Cronicando

The three ages of life, painting by Gustav Klimt, housed in the Galleria Nazionale di Arte Moderna, RomeEscrevo sobre as perguntas que meus filhos me fazem no blogue “É a mãe! Escrever em tempos de maternidade”, https://ehamaeblog.wordpress.com/

 

 

obeijo“Por que menino não beija menino – perguntas que meus filhos me fazem” foi publicado no blogue Papo de Mãe (TV Cultura, Estadão), em 1 de fevereiro de 2017. Também pode ler no meu blogue.

 

gatoolhando2

“Quando penso em viver de arte”, escrevi para o blogue Viver da escrita: como pagar as contas com sopa de letrinhas, do Rodrigo van Kampen, em outubro de 2016. Pode ler lá no blogue ou aqui em PDF

 


Ao pensar na arte, pensamos em fazê-la de forma que seja livre. Mas, por vezes, muitas vezes, damos vazão a um sentimento que geralmente choca, que vai ao extremo do sentimento para mostrar seu avesso. Apresentar a monstruosidade para se pensar sobre a humanidade. Eu entendo. Mas também entendo que precisamos do belo, do bom e da justiça. Por isso vibramos em histórias em que o herói e a heroína vencem os obstáculos, em que é restabelecida a luz e a bondade. Vibramos com a luz. Ler aqui.

 

treewomen“Quando eu me sinto livre”, escrevi para o blogue A Três, da amiga Mariana, em setembro de 2016. Pode ler lá no blogue, no Medium ou aqui em PDF.